Vendas na Black Friday devem aumentar até 20%

Ano após ano, a Black Friday supera as expectativas dos comerciantes. Em 2017, na cidade, a situação não deve ser diferente. De acordo com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Betim, as vendas devem aumentar de 15% a 20%. A campanha tem seu dia “D” no Brasil nesta sexta-feira (24).

“Os comerciantes acreditam que muitos consumidores devem aproveitar a data para adiantar as compras de Natal”, avaliou o presidente da CDL Betim, José Barboza.

Para que os comerciantes não percam as vendas durante a superpromoção, a CDL Betim tem orientado os lojistas a preparem bem o comércio e a equipe de funcionários. “A dica para o momento é ter uma vitrine chamativa, descontos reais e um atendimento de qualidade, porque isso não só garante uma boa venda, mas pode também fidelizar o cliente”, aconselhou Barboza.

Para atrair ainda mais os clientes para a megapromoção, o Partage Shopping decidiu ampliar o horário de atendimento, funcionando das 6h às 23h59, na sexta (24). “Neste ano, esperamos um aumento de 25% das vendas, se comparado a Black Friday do ano passado. Como esse horário estendido, vamos poder atender melhor os nossos clientes e potencializar ainda mais o crescimento das vendas”, disse Rodrigo Pereira, superintendente do mall.

Proprietária da Amigo Pet, um pet shop localizado no centro de Betim, Ana Paula Ferreira Soares está otimista com a Black Friday. “Estamos oferecendo desconto nos banhos e nos produtos da loja. Nosso objetivo é atrair clientes para conhecer a loja, que foi inaugurada recentemente”, disse.

Natal

Para o presidente da CDL Betim, José Barboza, o Natal deste ano também deve ser o melhor dos últimos três anos. “O primeiro fator é o crescimento na produção industrial do país, que subiu 2,6% no último mês com relação ao mesmo período do ano passado. Esse fator atinge diretamente outro que é o dos empregos. O índice de desemprego melhorou 0,6% e, segundo o IBGE, o volume de salário em circulação também aumentou com relação aos anos anteriores. Em Betim, esses fatores fazem toda a diferença por sermos um município cuja economia depende muito da produção industrial. Portanto, melhorando a produção e os empregos nesta área, o reflexo no comércio é visível”, avaliou.

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Print this page