Uberlândia não joga tudo que pode e perde para o Atlético em Belo Horizonte

Uberlândia Esporte e Atlético Mineiro se enfrentaram no estádio Independência neste domingo. O time da casa venceu por 3×0 e recuperou a liderança do Campeonato Mineiro, enquanto a equipe do triângulo perdeu a invencibilidade e de quebra caiu para a quarta posição, sendo ultrapassado por Cruzeiro e URT.

No primeiro tempo o Uberlândia conseguiu travar a equipe atleticana. O sistema defensivo de Paulo César Catanoce funcionou e os donos da casa só criaram perigo em jogadas de bola parada. Por outro lado faltou criatividade no meio ofensivo do verdão, Alê prendia muito a bola, Marco Goiano não repetiu a boa atuação da semana passada e Vanger não conseguiu finalizar as jogadas que criou.

No segundo tempo o verdão mais uma vez entrou bem defensivamente, Marco Goiano e Vanger passaram a se revezar pelos lados do campo confundindo a defesa atleticana. O Uberlândia até poderia ter saído na frente, em lance que o goleiro Giovanni espanou o chute, Reinaldo Alagoano dominou livre pela esquerda, mas na hora de servir o companheiro errou o passe.

Até os 30 minutos do segundo tempo o jogo estava tranquilo, Thiago Braga sequer havia trabalhado, mas dizem que quando se enfrenta um time mais forte que o seu, não pode vacilar nem um segundo. Em jogada de lateral, Marcos Rocha pôs a bola na área e depois de muito bate e rebate a zaga não afastou como deveria e Danilo Barcelos fez de cabeça. A partir daí o Uberlândia se abriu e a superioridade atleticana apareceu. Aos 37, após arrancada de Maicossuel e passe de Fred, Rafael Moura ampliou, cinco minutos mais tarde foi a vez do próprio Fred por no fundo das redes e fechar o placar em 3×0.

No próximo domingo o Uberlândia volta a atuar em casa, contra a Tombense, já o Atlético tentará manter a liderança da tabela contra o América, novamente no Independência.

 

Análise:

Defensivamente a estratégia de Paulo César Catanoce parecia perfeita, mas nada adianta ter uma defesa sólida se o time não consegue atacar. O meio-campo uberlandense foi muito mal ofensivamente, o que permitiu que Roger mandasse o time ao ataque e inicia-se uma pressão absurda e todos sabem do quanto é difícil segurar o time atleticano no Horto.

Após o primeiro gol, todo o trabalho da semana foi pelo ralo e o Atlético assumiu de vez o controle do jogo, Catanoce ainda tentou por Schumacher ao lado de Reinaldo Alagoano, mas não adiantou muita coisa, já que a bola seguia sem chegar ao ataque. No próximo domingo o verdão volta a jogar empurrado pela sua torcida contra a Tombense, o time terá que mostrar novamente a consistência defensiva dos primeiros dois jogos e do primeiro tempo do jogo de hoje, mas é preciso melhorar a produção ofensiva, Juninho Arcanjo vem fazendo muita falta, mas se quiser chegar à semifinal da competição não pode ser tão dependente da bola parada como vem sendo.

 

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Print this page