Trinta homens armados invadem Uberaba e roubam empresa de valores

Os moradores de Uberaba, segunda maior área urbana do Triângulo Mineiro com uma população de quase 330 mil habitantes, vivenciaram uma noite de terror semelhante às que estão virando rotina em cidades menores do interior do Estado. A cidade foi tomada por cerca de 30 bandidos fortemente armados, em cerca de 10 veículos, que fizeram uma ação audaciosa na madrugada desta segunda-feira (6) para roubar uma empresa de transporte de valores.

As informações iniciais da Polícia Militar (PM) do município indicam que a quadrilha chegou por volta das 3h. Enquanto parte do bando ia até a sede da Rodoban, no bairro Boa Vista, os demais fizeram cerco em várias áreas da cidade, inclusive na porta do 4º Batalhão da PM. Durante toda a ação, que durou mais de meia hora, os suspeitos atiraram para o alto com fuzis e outras armas grandes.

Na empresa de valores, explosivos foram usados para a invasão do local. Ainda não há informação de qual a quantia levada pelos assaltantes. Uma senhora, ainda segundo a PM, acabou atingida por um dos disparos, mas não corre risco de morte.

Informações conseguidas pela assessoria de imprensa da PM com o coronel Lupércio Peres, comandante da corporação na cidade, dão conta de que no local havia apenas um único vigilante armado com um revólver calibre 38. Ele ficou dentro da guarita, que foi atingida por diversos tiros de fuzil, até que o roubo acabasse.

Vídeos feitos por moradores que mostram os bandidos atirando para o alto circulam nas redes sociais:

Carros foram incendiados nas proximidades da empresa para dificultar a aproximação da polícia. Após o assalto, os suspeitos explodiram uma outra bomba nas proximidades do quartel, fugindo logo em seguida.

Os bandidos ainda espalharam “miguelitos” – dispositivos feitos com pregos para furar pneus – no entorno do batalhão da PM. Além disso, há informação de que eles atiraram em transformadores de energia, deixando algumas regiões sem luz, com o objetivo de dificultar a comunicação da polícia.

Outra forma de conter a ação da polícia usada pelos bandidos foi o uso de correntes amarradas em postes de diversos pontos da cidade, com o objetivo de dificultar o tráfego de viaturas.

Vídeo mostra um transformador sendo danificado:

Veículos usados pela quadrilha foram localizados na zona rural de Uberaba, em uma localidade conhecida como “Pedreira do Didi”.

População amedrontada

Na manhã desta segunda-feira todo o efetivo da PM está nas ruas, buscando levar segurança para a população, que tem medo de sair de casa após a chuva de tiros da madrugada.

“A cidade está apavorada, as pessoas estão literalmente com medo de sair na rua, mas queremos que saibam que dentro de Uberaba já está tranquilo, que a polícia está na rua e também na zona rural, em busca dos suspeitos”, disse um militar que não quis ser identificado.

De acordo com a assessoria de imprensa da PM em BH, o coronel Peres está a frente da operação de cerco e bloqueio, que continua muito ativo e com o apoio de mais de 30 cidades da região. Equipes de Uberlândia também estão em contato com a PM de São Paulo, uma vez que há uma fronteira próxima.

O helicóptero da corporação também está auxiliando na busca pelos suspeitos. A perícia técnica da Polícia Federal (PF) também está auxiliando nos levantamentos iniciais, bem como a Polícia Civil, com o objetivo de identificar os suspeitos.

Confira outros vídeos que circulam nas redes sociais da ação da quadrilha:

Atualizada às 08h41

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Print this page