Praia Clube vence quatro sets seguidos e é campeão da Superliga

O último domingo de superliga feminina da temporada terminou com a consagração do campeão Dentil/Praia Clube. No segundo jogo da final entre Praia Clube e Sesc/Rio de Janeiro, a emoção foi até o super set, no ginásio Sabiazinho, em Uberlândia. Com a vitória do Rio no primeiro jogo, em casa, o Praia precisava vencer para empatar a disputa. Com parciais de 25/19, 25/23, 25/17 o time da casa forçou o super set, e confirmou a virada e o título vencendo por 25 a 18.

Comandadas por Fernanda Garay, líder de pontos do time, o Praia foi dominante durante todo o jogo e mesmo nos momentos de equilíbrio, soube trabalhar o jogo e não deixou o Rio se impor. Outros destaques das donas da casa foram Claudinha, Waleuska e Fawcett. Com quatro sets seguidos de superioridade as mineiras desbancaram o maior campeão da competição e faturaram o título inédito.

O jogo começou com extremo equilíbrio, os dois times não permitiam uma desgarrada do placar do adversário. Só perto dos 20 pontos, o Praia Clube aproveitou erros das visitantes para abrir uma margem confortável. Com ótimas jogadas de Fê Garay e a defesa trabalhando bem, o time confirmou o set por 25 a 19.

A segunda parcial não foi diferente, com o placar sempre em igualdade nos primeiros minutos. Achando alguns espaços entre o bloqueio das anfitriãs e convertendo as bolas sem erro, o Rio tomou a frente por três pontos, fazendo 15 a 12. A vantagem foi mantida até que um erro primário de dois toques do time do Rio trouxe o Praia Clube de volta ao jogo. O fim do set foi disputado ponto a ponto até o Praia virar em 22 a 21. A vitória da parcial veio com uma deixadinha de Fernanda Garay.

O terceiro set começou com o Rio abrindo 3 pontos, mas as visitantes não conseguiram segurar a vantagem. Sempre com Fê Garay e Claudinha, o Praia conseguiu virar e passou a trabalhar bem a diferença de pontos, sem deixar as adversárias encostarem. Quem também não segurou o braço e ajudou as donas da casa a abrirem seis pontos foi a americana Fawcett. Sem muita resistência do Rio, o Praia seguiu dominante para Fabiana sacramentar a vitória no tempo normal.

O super set começou com a mesma intensidade do Praia Clube, que com bloqueios e erro das adversárias, tomou a frente nos primeiros minutos. O Rio então foi buscar o placar e com a ótima Drussyla, conseguiu chegar a virada. No entanto, nenhum dos times se desgarrou do placar e a igualdade deixando o jogo eletrizante. Um lance duvidoso de invasão e um erro no tempo de bola custaram dois pontos ao Rio. O equilíbrio seguiu até o Praia abrir três pontos e com o Rio pressionado, alguns erros levaram o time carioca a deixar as anfitriãs deslancharem na frente.Com uma vantagem irreversível e sete match points, o Praia Clube ainda precisou de dua tentativas para Fawcett soltar o braço e o grito de campeão.

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Print this page