População ganha novas opções para se vacinar contra a febre amarela

A partir desta segunda-feira (5), quem não se vacinou contra a febre amarela em Uberlândia ganhará novas opções de locais para se proteger contra a doença. Durante toda a semana, equipes de imunização da Secretaria Municipal de Saúde estarão à disposição da comunidade no Terminal Central, das 7h às 9h e das 16h às 20h, e no Parque do Sabiá, das 16h às 20h. As ações se estendem até sexta-feira (9), com o intuito de ampliar ainda mais a cobertura vacinal no município.

Duas frentes de combate

Além das 70 salas de vacinação e do horário estendido nas unidades de saúde, a Prefeitura de Uberlândia adotou novas medidas para fortalecer o combate ao Aedes aegypti. Ainda assim, o envolvimento da população é fundamental para que essas ações alcancem os resultados esperados. É o que ressalta a coordenadora do Programa de Imunização, Cláubia Oliveira.

“Nosso intuito é ampliar não apenas a meta preconizada pelo Ministério de Saúde, como chegar aos 100% da cobertura vacinal. Intensificamos essa vacinação a partir desta segunda-feira e otimizamos o acesso em locais com grande fluxo de pessoas. É um trabalho que é realizado em duas frentes, com a vacinação e combate ao mosquito transmissor. Estamos falando de uma doença muito grave e é essencial que todos estejam protegidos”, destacou.

Saúde em primeiro lugar

Moradora do bairro Roosevelt, Marlene Silva do Carmo é atendente no Terminal Central e, dessa vez, não perdeu tempo para se vacinar. “Nunca tinha tomado a vacina e aproveitei para fazer a imunização durante o expediente. Temos que fazer o possível para nos prevenir da doença e é importante que todos sigam o exemplo”, disse.

Para quem for viajar e ainda não se imunizou, a orientação é não perder tempo. Morador do Morumbi, Pedro Anastácio aproveitou para sanar suas dúvidas enquanto ainda se prepara para visitar a cidade de João Pessoa, no Paraíba. “Estava de passagem pelo Terminal Central e queria saber se precisava participar da vacinação de novo. Fui informado que já estava protegido para a vida toda e fiquei mais tranquilo”, contou.

Ação conjunta

A vacina contra a febre amarela é tomada em dose única, ou seja, quem se vacinou, independente da época, já está imunizado. Além dos pontos fixos de vacinação, a busca ativa para atualização do cartão continua nas unidades, bem como ações de prevenção e combate em empresas, presídios, palestras nas unidades de saúde, em eventos e outras iniciativas, em parceria com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).

Desde o dia 20 de janeiro, agentes do CCZ realizam uma varredura nos bairros com o recolhimento de objetos que possam se tornar criadouros do mosquito, também responsável pela transmissão da dengue, chikungunya e zika vírus. Os trabalhos acontecem de maneira permanente e são intensificados também aos fins de semana.

Combate na zona rural

A partir do dia 17, as ações de imunização também contemplam a comunidade da zona rural. “Fizemos uma grande mobilização naquela região em 2017, quando visitamos todas as propriedades para verificar o cartão de vacina. Percorremos cerca de dez mil quilômetros apenas na zona rural e agora voltaremos, novamente, para certificar que todos estão imunizados”, antecipou.

Fique ligado!
O quê: Vacinação no Terminal Central e no Parque do Sabiá
Quando: De 5 a 9 de fevereiro
Quem pode vacinar: Pessoas acima de 9 meses que ainda não receberam dose da febre amarela
Para mais informações sobre a doença e a vacina, clique aqui.

SECOM

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Print this page