Planalto avalia retirar benefícios concedidos a Lula, diz jornal

Está nas mãos do governo Temer retirar ou não o direito que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem de ter seguranças e motoristas pagos pela Presidência da República.

Segundo noticia a “Folha de S.Paulo” em sua versão online, a Casa Civil recebeu uma consulta sobre os direitos que o petista perderá com a prisão no último sábado (7).

Ainda não há um posicionamento oficial sobre quais benefícios permanecerão intactos e quais serão suspensos. Porém, serviços segurança e veículos oficiais devem ser retirados.

Lei sancionada em 1986, e regulamentada em 2008 pelo próprio Lula, durante seu segundo mandato, estabelece que todo ex-presidente tem direito a dois veículos oficiais com motoristas pagos pela Presidência da República. O petista tem, ainda, seis servidores públicos pagos pelo Planalto.

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Print this page