Infraero aponta escassez de combustíveis nos aeroportos

Um novo relatório divulgado pela Infraero às 11h desta quinta-feira (24) aponta situação crítica de falta de combustível em sete aeroportos administrados pela estatal, em razão da greve de caminhoneiros. Entre eles, está o Aeroporto Zumbi dos Palmares, em Maceió. Além dele, também estão desabastecidos os aeroportos do Recife, de Ilhéus, Goiânia, Palmas, Carajás (PA), São José dos Campos (SP) e Uberlândia (MG).

No aeroporto de Congonhas, segundo o relatório, foram recebidos “12 caminhões e mais um está a caminho”, com combustível assegurado até as 18h – não fica claro se desta quinta ou de sexta. O documento aponta que haverá novo reabastecimento no aeroporto, um dos três mais movimentados do Brasil.

O alerta foi dado pelo Núcleo de Acompanhamento e Gestão Operacional (Nago), no “relatório de monitoramento da mobilização dos caminhoneiros”. Até a última atualização desta reportagem, a Infraero não havia se manifestado sobre o assunto.

No caso do Recife, ainda havia 12 horas de reserva para abastecimentos. “Em princípio a partir da meia-noite o abastecimento estará comprometido”, diz o relatório.

Em São José dos Campos (SP), as reservas de combustíveis da Shell e da BR estão indisponíveis.

O relatório não inclui aeroportos administrados pela iniciativa privada, como Guarulhos, Confins, Porto Alegre, Brasília e Florianópolis.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) disse recomendar aos passageiros “com voos marcados para os próximos dias que consultem as empresas aéreas antes de se deslocarem para os aeroportos até que a situação se normalize”.

gazetaweb.globo

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Print this page