Granja Marileusa terá empreendimento sustentável assinado pela CAPPINI

Proposta inovadora leva em consideração economia de recursos na construção e durante a vida útil do edifício, além de conceitos de smart cities
Uberlândia terá um empreendimento com proposta inovadora para promover a sustentabilidade e o uso da tecnologia. O Granja Marileusa, primeiro bairro planejado da cidade, assinou um contrato com a CAPPINI Incorporações e Negócios Inteligentes, de São Paulo, para a construção de um edifício residencial com 6,2 mil metros quadrados de área construída, com entrega prevista para junho de 2019. Os apartamentos terão dois quartos e área de lazer completa com piscina, churrasqueira, salão de festas infantil e adulto, além do espaço fitness.
 
O projeto, que ainda está em fase de finalização, possui alguns diferenciais. Um deles é a arquitetura, que favorece a iluminação e ventilação natural, promovendo economia de energia para os moradores. Além disso, outras soluções estão sendo avaliadas, que buscam unir tecnologia, conforto, sustentabilidade e qualidade de vida. A implantação de outras soluções, tais como a lixeira inteligente e um software de reconhecimento facial, está sendo avaliada a partir de uma pesquisa de mercado.
 
Conceito
A CAPPINI busca parcerias estratégicas para consolidar a proposta de construir empreendimentos imobiliários inteligentes que agreguem valor humano, intelectual e financeiro, colaborando para o desenvolvimento da sociedade. Por sua vez, o Granja Marileusa conta com uma infraestrutura diferenciada, com o desenvolvimento voltado para o novo urbanismo, em que se privilegia a condição de morar, viver e trabalhar.
 
“A CAPPINI acredita nas pessoas. Somos uma empresa feita por pessoas e para pessoas. E é isso que nos motivou a ir para Uberlândia: as pessoas. Percebemos que as pessoas da cidade são sérias e comprometidas. Trabalhar com pessoas assim e que querem fazer as coisas acontecerem é sinônimo de sucesso. Estamos muito felizes em realizar nosso primeiro projeto da cidade e principalmente no Granja Marileusa, referência em smart cities e que nos dará as bases necessárias para implementar nossos diferenciais de desenvolvimento”, comenta Raphael Grigoletto, CEO da CAPPINI.
 
Sustentabilidade
O processo construtivo inteiro tem base sustentável, desde a viabilidade até a manutenção do edifício em toda a sua vida útil. “Esse prédio tem condições de aportar várias soluções sustentáveis, como sistema de reutilização de água pluvial e uso da energia solar”, afirma André Luiz Fructuoso, diretor superintendente do Granja Marileusa.  
 
O acesso social ao prédio é feito por uma passarela cercada de árvores e arbustos. A escada será aberta e arborizada, com vista privilegiada da cidade. Um jardim com bancos e floreiras complementa o projeto. Para Grigolletto, a sustentabilidade é o futuro. “A sociedade está mudando de uma forma mais rápida. Então, os empreendimentos precisam falar a linguagem de quem está comprando e usando”, concluiu.
 
 FSB Comunicações
 
Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn19Print this page

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *