Exposição une arte ao espaço arquitetônico na Oficina

Até o dia 14 de dezembro a Oficina Cultural é casa da mostra Pirraça. Por isso, esqueça o lápis, o pincel ou a tinta convencional. Nessa exposição do artista Emiliano Freitas, a arte ultrapassa os limites do papel e se une ao espaço arquitetônico, tornando o visitante imerso sob diferentes camadas geométricas.

Há dois anos, o professor de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Goiás (UFG) estuda o processo de trabalhar com malhas geométricas, incluindo a criação de cartografias gestuais que fazem do corpo do observador parte desta composição. O termo “Pirraça” vem da persistência e insistência em fazer acontecer, por meio de repetições, rearranjos e sobreposições de linhas.

“Quando pensei em fazer esse trabalho pela primeira vez conversei com muitas pessoas e muitos não entendiam ou acreditavam. Fazer um desenho de 130 metros quadrados, aonde utilizaria fitas ao invés de lápis e papel, utilizando a parede e o chão, envolve todo um processo de desafio. Pirraça é a teimosia de menino birrento que insiste em riscar por tudo que é canto, fazendo da repetição um grito visual”, disse o artista.

Realizado em três camadas de fitas adesivas azul, preto e amarelo, o desenho instalado pelo artista dá continuidade a sua pesquisa ao investigar as composições plásticas modulares. “É tudo uma mistura, com um desdobramento desse estudo, e traz também a relação da máquina, a racionalidade e a mão do homem”, completou.

Democratização da arte

Este é o terceiro trabalho que o artista irá expor na Oficina Cultural em seus dez anos de carreira. Uma experiência que, segundo ele, enaltece ainda mais a valorização da classe artística e a democratização do acesso à arte no município.

“É um prédio icônico da cidade e uma forma de ampliar as possibilidades de fruição artística, propondo um diálogo entre arquitetura, desenho e público. O edital foi extremamente democrático e proporciona tanto para artistas iniciantes como aqueles com mais experiência. É fundamental que as pessoas entendam a importância da cultura na vida delas, afinal, a arte é um produtor de pensamento crítico e esse intercâmbio gratuito entre todos contribui muito para isso”, destacou.

Aberta nesta sexta-feira (9), às 20h, a exposição Pirraça segue disponível para visitação na Galeria de Arte Lourdes Saraiva Queiroz, na Oficina Cultural, até o dia 14 de dezembro, de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h. A entrada é gratuita.

Prestigie!
O quê:
 Exposição “Pirraça”, de Emiliano Freitas
Visitação: até 14 de dezembro, de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h
Onde: Galeria de Arte Lourdes Saraiva Queiroz, na Oficina Cultural, localizada na praça Clarimundo Carneiro, 204, centro
Entrada franca!

SECOM

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Print this page