Crianças alertam motoristas sobre os perigos do mosquito Aedes aegypti

Uma atividade inusitada despertou a curiosidade de condutores de veículos nesta terça-feira (4).Quem trafegou pela avenida João Bernardes de Souza, no bairro Presidente Roosevelt, foi abordado por alunos do 5º ano da Escola Municipal Professora Maria Leonor de Freitas Barbosa e descobriu mais informações sobre o mosquito transmissor da dengue, chikungunya, zika virus e febre amarela.

A atividade foi idealizada por servidores da unidade escolar e contou com o apoio da Secretaria de Saúde e da 92ª Cia. da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG).

Todos dizem ‘xô Aedes’

Com apenas 11 anos de idade, Felipe Couto Silva dos Reis conhece bem os problemas causados pelo Aedes aegypti. Na família dele, cinco pessoas já tiveram dengue. “Todos ficaram de cama e tiveram muita dor de cabeça e febre. Foi sofrido”, disse. Depois disso, o estudante se informou sobre os cuidados necessários para evitar focos do mosquito e não descuida nenhum minuto.

Ao receber o material informativo sobre o assunto, a comerciante Leda Furtado elogiou a iniciativa. “Estão de parabéns. Tem que conscientizar sempre, uma vez que os riscos são constantes. Nós temos que redobrar a atenção”, disse.

Segundo a diretora da Escola Maria Leonor, Elaine Cristina de Oliveira Rodrigues, os servidores e alunos da unidade estão empenhados em combater o mosquito. “Durante o ano, estamos sempre nos voltando para ações sobre assuntos do momento, além do programa curricular normal”, destacou.

secom

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Print this page

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *