Conta de luz vai ficar mais barata a partir de setembro, diz Cemig

Após sucessivas altas, o consumidor terá um certo alívio na conta de luz em setembro. Ainda está mantida a bandeira vermelha, porém com um novo valor, que passa a valer para todo o país. A medida deve diminuir em 2% em média a tarifa paga pelo consumidor residencial.

Os valores extras a serem cobrados a partir de 1º de setembro foram publicados no Diário Oficial da União desta segunda-feira. No caso da bandeira vermelha, o acréscimo na conta de luz será R$ 4,50 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos – valor abaixo dos R$ 5,50 cobrados anteriormente.

Os novos valores foram definidos no dia 28 de agosto pela Aneel. Eles representam uma redução de 18% no valor da bandeira – o que corresponde a uma queda de 2 pontos percentuais no custo final da conta de luz. A diminuição nos valores cobrados foi em decorrência da redução no custo de produção de energia, a partir do desligamento de 21 termelétricas.

De acordo com o gerente de Tarifas da Cemig, Ronalde Xavier Moreira Júnior, o consumidor somente vai perceber a redução a partir da fatura de outubro. “Isso acontece porque as datas de leitura das contas de energia são distribuídas ao longo do mês. Assim, em setembro, os consumidores pagarão uma parte do consumo ocorrido antes de 1º de setembro ainda conforme a tarifa antiga e a outra parcela do consumo já com o valor reduzido da bandeira tarifária”, explica o gerente. 

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Print this page

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *